Conheça o Flow, técnica de treinamento que desperta felicidade

Técnica do Flow garante a energia otimizada de treinamento.

Voce acha difícil sentir felicidade? Quantas pessoas você conhece que buscam este estado de espírito todos os dias? Foi para responder a estas questões que o psicólogo húngaro Mihaly Csikszentmihalyi, professor Phd da Universidade de Chicago, criou na década de 70 a teoria de Flow e se tornou um dos principais pesquisadores da psicologia positiva no mundo. Csikszentmihalyi, em seu estudo sobre a felicidade, constatou que essa é uma situação de satisfação, de equilíbrio físico e psíquico.

“Um estado mental que acontece quando uma pessoa realiza uma atividade e se sente totalmente absorvida em uma sensação de energia, prazer e foco total no que está fazendo. Em essência, o flow é caracterizado pela imersão completa no que se faz e por uma consequente perda do sentido do espaço e tempo.”

Mihaly Csikszentmihalyi.

A teoria do flow propõe que, para chegar no estágio mental, existe uma combinação ideal entre desafio e habilidade que resulta em um espectro de variações no padrão mental e que culminam no estado de flow (focado e feliz).

Fonte: Flow, Mihaly Csikszentmihalyi (1990 p. 38)

O gráfico elaborado por Mihaly ilustra de forma didática como ocorre essa interação. Nesta ilustração, o cérebro pode apresentar 8 níveis de motivação na ocasião de um desafio. O estado de flow seria alcançado pela plena harmonia entre o desafio e a habilidade exigida, resultando em prazer e total dedicação na tarefa exercida. Nesse momento, pode ocorrer tanta euforia que muitos limites podem ser quebrados e elevados acima do padrão habitual, melhorando a performance.

É atrás dessa tal felicidade e do equilíbrio mental que muita gente hoje procura uma academia de fitness com propostas diferenciadas, algo bem mais dinâmico, que possa ajudar em suas conquistas.

Hoje, mais do que nunca, o ser humano sabe da importância de fazer da atividade física algo natural de sua rotina diária. Assim, as pessoas não  procuram apenas ir, treinar e sair. As pessoas gostam de se sentir acolhidas, gostam de se sentir bem. Hoje, o ambiente de uma academia pode e deve ser muito além do apenas momento hipertrofia e se tornar muito mais prazeroso na rotina do indivíduo. O estado de Flow pode proporcionar um ambiente agradável para todas as pessoas.

Chegar no momento Flow é alcançar um estado de consciência em que mente e corpo encontram-se em perfeita harmonia. Isso ocorre principalmente durante a realização de atividades que deixam as pessoas animadas e nas quais podem dar o seu melhor. Através da concentração extrema, dos desafios colocados e, especialmente, da motivação e do entusiasmo empregados na atividade, a pessoa pode entrar no chamado estado de Flow e não se dar conta do tempo e até da própria noção de indivíduo, sendo induzida a uma experiência de plenitude.

O profissional de educação física Raphael Gil Zakzuk, atual coordenador da academia Run2Fit, começou a trabalhar com aulas em grupos, nas quais propõe desafios  para cada aluno, sem haver competição entre eles, apenas aplicando técnicas para fazer com que consigam conquistar e chegar no estado de Flow. “As pessoas são feitas de energia e nada melhor do que usarmos a própria energia para motivar outras pessoas a produzirem mais energia! Quando estamos de bem com a vida, atraímos muitas coisas positivas e, hoje, a minha missão é essa: levar energia para as pessoas”, diz Gil.

Prof. Raphael Gil, coordenador da Academia Run2Fit

Por ser a felicidade uma busca constante do ser humano, o Flow acaba também se aplicando a todos os públicos. Pessoas mais velhas, acima do peso, atletas, o que vale é a busca do prazer e, claro, da motivação de uma aula bem dada, de um treino bem realizado.

É o caso do empresário Marco Ariza, de 50 anos, que era do tipo que ficava no sofá enquanto a esposa e filha iam treinar. Hoje, Ariza confessa que praticar o Flow é como se estivesse vivendo a época do final do ano, a energia dos fogos do réveillon. “É nesse estado de espírito que entro quando eu estou fazendo Flow. Uma explosão de energia. E é ela que me move.”

A atleta Fernanda Ribas, 40 anos, achava que só precisava de peso e musculação, mas descobriu no Flow o incentivo para chegar no seu limite e aguentar mais. “O corpo, às vezes, quer parar, mas, se você tiver um trabalho psicológico, o corpo aguenta muito mais. Hoje, os meus treinos de musculação rendem muito mais, pois aprendi na aula em grupo como entrar no estado de Flow e aplico isso nos meus treinos de musculação. Me sinto muito mais motivada”, diz Fernanda.

Portanto, pode-se dizer que o Flow é uma ferramenta de incentivo, onde o educador físico fomenta e desperta o entusiasmo, que, de  forma similar a uma meditação ativa, permite que o aluno se desapegue momentaneamente dos seus problemas e entre em conexão social positiva, com muita energia e liberação de endorfina. E aí? Preparado para vivenciar uma experiência de Flow dentro de uma Academia?

Bom treino!

 

 

 

 

 

Dr Bruno Sthefan

Cardiologista e  Médico do Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *