Tricolor, pelo menos, jogou bem

Foto: Rubens Chiri

E assim vai o Tricolor tentando escapar da queda fatal: ganha, perde, empata, ganha, perde, empata…

Nesta noite de quarta, depois de vencer o clássico com o Palmeiras, acabou empatando com o Furacão, que ainda acaricia a taça sul-americana, obtida outro dia: 0 a 0.

É verdade que, pelo menos, o São Paulo conseguiu desenvolver, sobretudo no primeiro tempo, um futebol organizado e até insinuante, com bola trocada desde o meio de campo e tal e cousa e lousa e maripousa. Mas, na hora de finalizar…

E olhe que lá na frente estavam os dois gringos mais badalados do time – Rigoni e Calleri. Além, claro, do menino Marquinhos, pela esquerda, o mais ativo do trio de atacantes. Justamente aquele que seria substituído no intervalo para a entrada de Benitez, mais um jogador de meio de campo. E, pior: Reinaldo, que de hábito é o condutor de todos os avanços pela esquerda desse time, foi substituído por Léo, que preferiu se plantar lá atrás, subtraindo do time qualquer ação mais positiva por ali.

Mas, esses são detalhes ocasionais. De certo mesmo, algo que se repete com frequência no Tricolor é a ausência de um artilheiro de fato lá na frente, alguém capaz de empurrar a bola às redes inimigas.

Calleri, que no imaginário tricolor seria esse carinha, não o é, a não ser eventualmente, assim como Pablo, que entrou no segundo tempo, e até mesmo Rigoni, que desperdiçou a maior chance criada no segundo tempo.

De qualquer jeito, melhor que as oscilações de resultados do Tricolor sejam calcadas assim, num jogo coletivo mais fluente e dinâmico. Já é um bom sinal para a próxima temporada, pelo menos.

4 comentários

  1. Helena bom dia, como bem disse, lá vai Tricolor na sina de ganha, perde, empata, ganha, perde, empata, e lá vamos nós são-paulino com o coração na boca esperando pelo pior até a 38 oitava rodada namorando o Z4, após fazer um bom primeiro tempo, o estagiário resolveu colocar Léo para fazer a função de terceiro zagueiro, moral da história, perdemos o meio de campo e qualquer possibilidade de algo melhor, , para 2022 esperamos que venha algum iluminado da Diretoria e veja as deficiências do time e consiga resolver os problemas, dou uma sugestão, contratar um goleiro porque o atual não inspira confiança, culpado direto pela eliminação do time na Libertadores e na Copa do Brasil causando um prejuízo de milhões de reais, também lateral direito, meia de criação para alimentar os atacantes, vejo um ano sombrio para 2022, poucas receitas pela não participação na Libertadores, em razão disso não terá como conseguir contratar jogadores mais qualificados, infelizmente o Clube vem sendo mal administrado nos últimos anos, pobre SPFC, seja o que Deus quiser

    1. Alo Antonio. Como aqui e’ um espaco democratico vou expor meus pontos de vista. Leio os seus sempre.
      Esse bom primeiro tempo (so ouvi pea JP) e’ relativo. Tivemos o meio de campo mas isso nao adiantou nada
      porque ter o meio de campo e nao tirar proveito e’ uma merda. Esse meio de campo nao proporciona jogadas
      para um ataque fraco como o nosso. O Calleri completamente sem mobilidade, o Rigoni, bem mas muito marca
      do , a defesa deles fechada e boa. Nao tinha ninguem pra tabelar e criar chances. O trio Nestor, Gomes e Sara
      nao resove. Sao jogares bonzinhos e funcionariam num time bem armado de craques, nao aqui..
      Voce viu que no 2* tempo entrou o Benitez e voce reparou os passes que ele deu? Que qualidade! mas nao tinha
      ninguem pra dar sequencia…. o extagiario (VOCE TEM RAZAO!!!!!!) tinha tirado o Calleri (mesmo fora de forma e
      muito melhor que Bueno + Pablo) e o Marquinhos que seria otimo para ser lancado pe;lo Benktez. Quanto ao
      Leo o Flavio e outros da JP comentaram que estava certo pois o Reinaldo ja com amarelo nao defendia o setor.
      Nao foi 3* zagueiro. Hoje vi declaracoes do Ceni porque nao escala o Benitez. Ele perdeu uma otima oportunidade de ficar quieto, tanta bobagem escreveu (se puder leia hoje).
      Quanto ao resto voce tem carradas de razao apenas que se houvesse na diretoria (no comando) um ILUMINADO nos nao estariamos nessa situacao. Nao tem nenhum. Eles sao bons em pollitica e marqueting, como ganhar eleicoes , uma situacao fracassada, onde o natura seria que a oposicao se elegesse. E verdade
      que fizeram um bom trabalho conseguindo suportes de empresas para marqueting nas camisas. Mas isso nao
      e futebol. Bem,, nos encontramos depois do jogo contra o Sport. Saudacoes

  2. Martín Benítez, Emiliano Rigoni, Arboleda, Joao Rojas, Galeano, Orejuela, Gabriel Neves e Jonathan Calleri …acho que o prezado jornalista não deveria estar assim tão conformado com esse atual time do São Paulo. Esses jogadores estrangeiros citados vieram ganhando uma “grana” muito alta para estarem jogando esse futebolzinho de série B. E não vamos botar culpas no Ceni, não. Ele até que tem feito o São Paulo jogar no ataque, mas a falta de categoria dos atacantes tricolor em colocar a “bola prá dentro”, tem prejudicado o time. Se continuar assim, sem nada mudar ou contratar um centro avante “matador”, no próximo ano vai ser o mesmo martírio, anote ai…

    1. Ola Bigode.
      Fazer jogar no ataque , so isso nao e merito. O Ceni nao tem culpa, culpado e’ quem o contratou.
      Porque foram buscar o Ceni? Pra ficar bem com a torcida. Tem diferenca entre um grande jogador que ele foi e
      um bom tecnico, que ele nao e. Mineliu, Brandao, e outros foram jogadores medios e grandes treinadores.
      Um centro avante matador ja nao contrataram? Tai o Calleri….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *