Grazie, San Gennaro!

Foto: AMANDA PEROBELLI/AFP

Na véspera, a expectativa era a de que o Palmeiras só seria surpreendido no Parque, se jogasse muito abaixo do que o normal e o River fosse excepcional.

Pois, não deu outra:  do início ao fim,o River botou o Verdão na roda, e reduziu a vantagem verde obtida em Avallenada para 3 a 2, com gols de Rojas e Borré. Isso, no primeiro tempo.

No segundo, afora todas as defesas de Weverton e erros argentinos nas conclusões, o River teve um gol anulado e dois pênaltis revistos, além da expulsão de Rojas.

O gol de Montiel foi anulado porque Borré partiu de posição de impedimento para participar da jogada que antecedeu àquela do cruzamento para Montiel, três ou quatro movimentos anteriores. E os dois penais, a meu ver, existiram, embora o VAR assim não o entendesse.

Mas, o fato é que, descontando-se a excepcional exibição de técnica e garra dos argentinos, o Palmeiras foi mal armado por seu treinador, ao estabelecer, de início, uma linha de três zagueiros com o lateral Marcos Rocha fazendo essa função e deixando Menino aberto pela direita.

Ora, todos sabem que Marcos Rocha é um excelente lateral ofensivo, nunca defensivo.

Assim, com apenas Danilo, em má jornada, diga-se, e Zé Rafael, no meio de campo, não haveria como o Palmeiras deixar de ser submetido ao trio argentino nesse espaço nobre do gramado.

As mudanças efetuadas no decorrer do segundo tempo não alteraram um milímetro dessa situação, e o River pressionou à vontade até o apito final do juiz.

Grazie tanto, San Gennaro!

8 comentários

  1. Desculpe mestre, mas dizer que o VAR errou em não marcar dois pênaltis contra o Palmeiras, sendo que a TV mostrou claramente que não foi, acho que o senhor pegou pesado contra o verdão dessa vez. Mas, seja como for, com o VAR ou não, o que interessa é que o verdão desclassificou o grande River Plate e está na final e como diz o prezado Chico Lang…E TENHO DITO !!! VAIIIIIIIIII VERDÃOOOOOO

    1. Alberto Helena Jr.

      Queria cumprimentar meu amigo palmeirense Plinio Marques e dizer que concordo em gênero, número e grau com seu comentário de que não houve erro interferência da arbitragem a favor do Verdão em relação aos lances que foram dirimidos pelo VAR, estamos classificados para desespero dos antis, inclusive jornalistas, e dou conselho a este povo cujos times não tiveram a competência para ao menos continuar na libertadores que continuem com seus controles remotos na mão para depois irem chorar na cama que é lugar quente….AVANTI PALESTRA QUE A TAÇA SERÁ NOSSA…seremos campeões se Deus quiser e aí a molecada boa de bola do Verdão brilhará na final do Mundial com as graças de Deus…rindo até 2026. Saudações palmeirenses.

  2. O Palmeiras não jogou nada e teve sorte hoje todo mundo sabe, todo mundo viu, agora falar que houve 2 pênaltis que o VAR anulou, aí está sendo clubista demais. O VAR acertou todos os lances, e a TV mostrou isso! Da-lhe porco, até a final antis, troque as pilhas do controle para não perder nenhum lance!

  3. Alberto Helena Jr.

    Como diriam los hermanos que passô no Allianz Parque nesta notche (“eta” portunhol macarrônico) o River nos surpreendeu com um 3-5-2 agressivo, de marcação alta e encurralou o Verdão que praticamente ficou sem espaço para jogar, não fosse o Verdão, embora jogue com muitos jovens, experimentado e cascudo não teríamos conseguido a classificação para a final da libertadores, porém com as graças de Deus e uma boa dose de sorte conseguimos eliminar o time argentino e ver a cara de bunda do tal Gallardo no fim do jogo não tem preço….rindo até 2026. Saudações palmeirenses.

  4. kkkkk….depois reclamam quando o mestre diz que o guarani da capital tem futebol mais.modesto que o river….kkkk..queria muito ver tua cara dentro do.armario viu jota jr? a propósito, já trocou a fralda???

  5. Equipe que almeja ser campea nao pode apresentar em nenhum momento um futebol como o Palestra Italia jogou contra o River Plate. O reflexo em campo foi o oba-oba do ja’ ganhou despejado na fracas cabecinhas dos jogadores brasileiros. Alias, cultura e’ o que sempre pesou a favor do argentinos por terem muito mais do que seus vizinhos sambistas. NOTABENE: io sono Palestra!

  6. Que a direção e torcida do Palmeiras reconheça as virtudes que levaram o River a ser a melhor equipe da América na década: manutenção do treinador e elenco entrosado e aprenda humildemente, mesmo na vitória. Pergunto: não teria sido valiosa a opção para Abel escalar um meia experiente como Ramirez e contrapor o domínio arrasador do River no meio campo em toda a partida? Mas os corneteiros das rede sociais já tinham decidido que não…

  7. Digo ao meu amigo J JUNIOR que a imprensa antipalestra e torcedores rivais estão revoltados porque o PALMEIRAS NÃO FOI ROUBADO kkkkkkk Foi um sufoco, porém o Palmeiras está com a sorte de um CAMPEÃO !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *