Peixe em frente. Tricolor em digna despedida

Foto: Alexandre Schneider/AFP

O Peixe, mesmo desfalcado de meio time (Marinho não jogou). deslizou em  direção à próxima fase da Libertadores, com cem por cento de aproveitamento, ao bater o Defensa Y Justicia por 2 a 1 na Vila.

Bem, não foi assim um mar de rosas sobre o qual navegou o Santos. Mesmo porque o clube vive num turbilhão de assustar fantasmas,

Cuca, porém, tem sabido atravessar esses vagalhões, recorrendo aos Meninos da Vila, como, por exemplo, Lucas Braga e Leonardo, os autores dos dois gols, de virada, já que Romero havia aberto o placar aos 6 minutos do segundo tempo.

Diante dessas circunstâncias é fantástica a capacidade do Peixe em cumprir tal campanha, seja na Libertadores, seja no Brasileirão.

Já o São Paulo se despediu do torneio que é sua obsessão goleando sem maiores problemas o ínfimo Binacional por 5 a 1 no Morumbi. E olhe que poderia ter sido o dobro, tantas foram as chances perdidas.

Pois trata-se do mesmo Binacional que acabou tirando o chão do Tricolor na Libertadores, logo no jogo de estreia. Apoiado na altitude absurda, deixou de ser goleado no primeiro tempo, lá, pra vencer a partida no segundo. Problema que os demais times do seu grupo não enfrentaram, pois os jogos do Binacional foram transferidos para um nível decente de disputa.

Enfim, mesmo fora da competição, pelo menos, o Tricolor pode acender uma vela na esperança de que a goleada desta noite de terça sirva para reabilitar Pablo, o artilheiro em baixa, autor de dois gols, um deles, de fina feitura: matou no peito e girou pras redes.

Menos mal.

Foto: Andre Penner/AFP

5 comentários

  1. Helena, é interessante como muitos da imprensa esportiva tem má vontade com o SPFC. O time enfiou 5 a 1 e tem comentaristas criticando porque tomou um gol do Binacional, quando tomar gol faz parte do futebol. O Flamengo também tomou um gol do Corinthians nos 5 a 1. E aí?

  2. Helena boa tarde, pro meu tricolor fazer algo mais, terá que ir atrás de pontas de velocidade, do jeito que está vai ser difícil penetrar pelo meio em defesas fechadas como estamos vendo ate então, muita troca de passes infrutíferos pelo meio correndo riscos de erros e sua defesa ficar desprotegida com os contra ataques como vimos em alguns jogos

  3. Binacional, estamos falando de um time semi-amador, para ser gentil.

    Precisava entrar com o time praticamente titular?

    Porque não time só de garotos?

    O que dá mais raiva não é tomar gol deles, mas a absoluta falta de perspectiva que esse futebol de uma nota só nos impõe.

  4. Simples assim: o São Paulo apanha de aleijado e bate em cego a traição e o Santos nada, nada, e morre na praia, como sempre. Tem sido assim nos últimos anos, ou não? E a tendência é que as coisas continuem mal pelo lado dos paulistas, incluindo ai nessa panela de angu Corinthians e Palmeiras, já que Flamengo, Inter e Atlético Mineiro estão “sobrando” e vai continuar assim nesse Brasileirão, Libertadores e na Copa do Brasil. Agora, na Sul-americana, vai ser loteria…é torcer para que o menos pior vença ! Falei….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *