Verdão no funil

Foto: Cesar Greco/SEP

E o Palmeiras parece ter entrado no funil através do qual terá de destilar todos os seus miasmas antes de voltar à tona sadio e pronto pra cumprir seu grande destino.

Nesta noite de domingo, perdeu sua quarta partida consecutiva para o Fortaleza por 2 a 0. gols de David, da mesma maneira que vem cumprindo sua amarga sina no Brasileirão, depois daquela longa série invicta, quando jogava um futebol cinzento mas pelos menos não perdia.

O amigo pode apontar pra lá e dizer: tá vendo?, assim era bem melhor.

Não, não era, Não, pelo menos para o Verdão com seu elenco ainda ilustre, apesar de todas as defecções recentes.

E os resultados negativos que se sucederam foram simplesmente fruto daquele período de invencibilidade em que o time não respondia às exigências da torcida, da mídia e da lógica. O desgaste progressivo foi roendo as entranhas dos jogadores ao ponto em que chegamos.

Prova disso a derrota diante do Fortaleza, time bem organizado mas nada excepcional.

Nem se pode dizer que o Verdão tenha sido um desastre total, um daqueles horrores de entrar para os compêndios de ficção macabra. Nada disso. Foi lá: procurou tocar a bola, assim, assim, sem ciência, nem brilho, tomou dois gols no primeiro tempo e só foi esboçar uma reação no segundo tempo, depois que o técnico interino, Andrei Lopes, fez as trocas, colocando em campo só meias e atacantes.

É verdade que o Fortaleza, quando pressentiu a mudança iminente, recuou e fechou a casinha, o que acabou impedindo o Verdão de chegar, ao menos, a seu gol de honra.

Pelo visto, o Palmeiras vai se socorrer de Miguel Angel, técnico do Independiente Del Valle, time exaltado por nossa crônica esportiva por seus arranjos táticos e tal e cousa e lousa e maripousa.

Prefiro esperar pra ver no que tudo isso vai dar. Afinal, gringo vem, gringo vai, uns dão certo, outros não. De qualquer forma, vale experimentar, pois por aqui o que se vê é um deserto de ideias de pasmar, mais árido ainda pela falta de tempo pra que haja treinamentos adequados em razão desse calendário imbecil que os cartolas nos impõem.

Elenco pra sair do funil o Palmeiras tem. Faltam dedos cirúrgicos pra fazê-lo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *