Baile Rubro-Negro em Itaquera. Mas, até que…

Foto: Twitter Flamengo

O amigo espia assim o placar de 5 a 1 e logo vai achando que o Baile Rubro-Negro foi antecipado do Carnaval para Itaquera em tempos de pandemia. Foi quase. Não ainda no nível de animação que provocava o Fla de Jesus, mas o suficiente pra divertir o telespectador flamenguista e desolar a Fiel, apenas comprovando o imenso oceano técnico que separa os dois elencos.

E olhe que o Timão até, por alguns instantes, saiu da toca: meteu uma bola no travessão, em disparo de Camacho, fez dois gols em cabeçadas gêmeas de Gil (uma, anulada por impedimento do zagueiro) e ainda obrigou o goleiro Hugo a praticar duas defesas difíceis, o que não é pouco se comparado tudo isso ao desempenho alvinegro ao longo da temporada.

Mas, o Mengão é infinitamente superior e, embora exaurido pela sucessão absurda de jogos obrigados a cumprir, sempre que levantou a fronte foi avassalador. Começou com um inaudito gol de cabeça de Everton Ribeiro, e encerrou o placar numa jogada extraordinária de Diego, que driblou três corintianos antes de tocar para as redes de Cássio, que certamente preferiria não ter voltado à meta titular nessa partida.

O destaque do jogo foi Everton Ribeiro, cria do Terrão, que, além do gol de abertura, conduziu com maestria todas as ações ofensivas de seu time, levando o Fla à liderança provisória do Brasileirão, lugar que lhe cabe como uma luva.

Quanto ao Timão, resta não se deixar abater pelo placar acachapante, o maior contra si em Itaquera até hoje, e seguir em busca da evolução que já deu pálidos sinais nesta tarde de domingo, apesar da chacoalhada sofrida.

5 comentários

  1. Mestre, fosse o Palmeiras humilhado assim pelo Flamengo, o mundo cairia sobre a cabeça do Galiotti e do técnico. Me desculpe, mas foi um jogo horrível do Corinthians, onde, se o Mengão forçasse um pouquinho mais, teria feito 6 ou sete gols. O Cassio “pé e mão de alface” está numa fase negra e o Mancini tem que colocar urgentemente o Walter, mas vamos ver se tem peito para isso. Na realidade o timão e o verdão estão com a pior safra de jogadores dos últimos tempos e a tendência, seja qual for o técnico, é os dois ficarem bem lá embaixo na tabela, sempre correndo o risco de rebaixamento. Agora, o Flamengo hein, que futebol bonito. Apesar de não ser rubro negro, sempre assisto aos jogos do Mengão, porque sei que vou assistir a bons espetáculos de futebol. É o Real Madrid Brasileiro, sem exagero

    1. Mengão sem dó nem piedade desses medíocres times paulistas, placar por enquanto do torneio Rio São Paulo, Mengão 2 vitórias e um empate com o sub 20.
      Dá -lhe Mengão!!!Rumo ao Octacampeonato !!

  2. Logo de cara, pela escalação dos times, já dava pra perceber que o Mancini resolveu mesmo ir pro tudo ou nada…sem três volantes e com o time não se acovardando, indo pra frente, mesmo com Everldo – uma constante nulidade..- e Boselli – bom por uns 20,30 minutos, que é que a idade dele permite….
    E aí aí ficar aquela dúvida…E se tivesse entrado com os três volantes? Certamente teria perdido …mas por menos, sem vexame…Ora o Mancini é experiente e vivido o suficiente para entender essas opções de jogo na atual situação técnica e física desse time – que em ambos os casos precisa melhorar e muito!!!
    A única explicação então é que o Mancini , vai colocar e posicionar esse time da forma mais ofensiva possível…pelo bem ou pelo mal, doa a quem doer….E durma-se com um barulho desses….

  3. time com chutoes é isso , desperdicio de eficiencia …….tem que treinar com solidariedade……

    tem bons jogadores ,mas precisam ser orientados …….

    chamem o ralf de volta

  4. Já colocamos as coisas na ordem correta, mandamos um 2×1 no vassssssssco no RJ, só não foi mais porque juiz e VAR ficaram na moita, aos 47 minutos do primeiro tempo o Castam fez falta violenta no Mantuam e Juiz e VAR ficaram na moita,Castam já tinha amarelo, seria expulso, Penalt no segundo tempo no Mantuam que juiz e VAR ficaram, novamente, na moita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *