Peixe, líder. Timão, em círculos.

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

O almoço de domingo dos peixeiros foi regado ao vinho da vitória sobre o Botafogo, o que lhe deu a partilha da liderança do Brasileirão com o Palmeiras, em pontos ganhos.

Não é pouco, se comparados os investimentos feitos pelos dois líderes nos últimos anos. Mas, justificável pela diferença de estilos de jogo.

Enquanto o Palmeiras, o derrotado do sábado, segue naquela toada felipesca de se defender acima de tudo, desprezando o toque de bola, o Peixe, ao contrário, valoriza isso acima de tudo. Joga pra frente, sempre em busca do gol, mesmo quando armado com três zagueiros como no embate com o Botafogo, no Engenhão.

Por isso mesmo não foi tão agudo como de hábito, mas o suficiente pra vencer e alcançar o topo da tabela, graças a uma jogada individual de Marinho, aquele pontinha arisco, canhoto, que recebeu a bola na direita, cortou pra dentro e disparou um mini-missil aleatório, como ele mesmo batizou o gol da vitória santista.

Quem não conseguiu reproduzir o jogo dos sonhos de Jesus foi o Flamengo em Itaquera.

Na ausência de Arrascaeta, como se previa, Jesus optou por um passo atrás, formando seu meio de campo com Cuéllar e Arão, dois volantes. Chegou a ter o domínio da bola por cerca de 65 por cento contra um Corinthians retraído, como de hábito. Mas, não chegou a criar nenhuma chance de gol. Aliás, o único lance mais emocionante da primeira fase foi aquela cabeçada de Pedrinho, o melhor do jogo, diga-se, que Diego espalmou pra fora.

No segundo tempo, logo aos15 minutos, Love sofreu pênalti de Berrío, que entrara no lugar de Vitinho, machucado. Clayson bateu com precisão, no canto oposto ao do goleiro: 1 a 0.

E não é que o Timão foi mais atrevido do que costuma ser nesse período? Pois, é. Mas, já nos descontos, Gabigol aproveitou rebote de Cássio e empatou. Empatou de fato? Não, é o que diz o bandeirinha, que assinala impedimento do artilheiro rubro-negro. Mas, sim, é o que comprova com a linha de impedimento virtual o VAR: 1 a 1.

E assim, o Mengão descarrega boa parte da depressão do meio de semana, enquanto o Timão continua por ali, andando em círculos.

13 comentários

  1. E o Santos vai chegando, aos poucos, com um futebol sempre gostoso de ver.

    É verdade que volta e meia quase mata o seu torcedor do coração, mas é sempre divertido ver esse time jogar.

    Clube mais artilheiro do mundo, abriu 2 gols de vantagem do Cruzeiro na luta pelos 1000 gols em campeonatos brasileiros de pontos corridos.

    É o time que mais somou pontos, desde 2003. É o Santos, mermão, e tal coisa e mariposa.

    1. Time ridículo que não passa de um cavalo paraguaio,esse é a sardinha pegou um Botafogo que briga para não cair e se acha que será campeão.Esses times paulistas são todos medíocres.I Mengão faturaram fácil esse brasileiro!

      1. Quando seu time tiver uma torcida de verdade e nao uma de aluguel, tiver estadio e ganhar liberta sem a ajuda do Wright a gente conversa…
        Kkkkkkkkkkk

        1. Alberto Helena Jr.

          Gostaria de abrir o meu comentário cumprimentando o Ricardo pela raquetada que ele deu no Oliveira porém não precisava exagerar meu amigo pois amassou o Olivieira ele é o típico torcedor flamenguista e carioca entusiasmado e na mesma proporção iludido acha por exemplo que com uma derrota do meu time o Palmeiras ele já está se achando campeão brasileiro eu vou dizer uma coisa para o Oliveira que o Galliotte falou no programa Grande Círculo do Sportv ou seja cada time com seu projeto o Corinthians com o projeto paulistinha poi não tem time para ganhar nenhuma outra competição de grande nível assim como o Flamengo tenta o projeto brasileirão por enquanto só no cheirinho pois não ganha esta competição há décadas já o Verdão o projeto é libertadores e era nitido ver que lá em Fortaleza contra o Ceará estavam com a cabeça na Argentina para o jogo contra o Godoy Cruz, o Ceará jogava a vida e a permanência na série A já o Verdão não queria nenhum jogador contundido e prejudicado para o jogo na Argentina, dez vezes jogarão Palmeiras e Ceará e te garanto o Verdão ganha pelo menos oito…enfim cada um com seu projeto para ganhar a competição que enriquecerá a sua história no futebol. Saudações palmeirenses.

          1. Já vimos este filme diversas vezes. Quando um time abdica de alguma competição por uma unica competição não costuma dar certo e acaba não ganhando nada.

            Time que quer ganhar não escolhe partida e nem adversário entra para ganhar em qualquer jogo. Todos os excelentes times da história do mundial é assim.

            O Plameiras tem o melhor elenco do Brasil, mas não joga como tal este estilo Felipão já não é mais o suficiente para o futebol.

            O Santos tem apresentado um futebol vistoso que dá vontade de ver (e não sou santista, mas amante do futebol). O resto sem exceção não dá vontade ver jogo (de nenhum dos outros times do brasileiro, inclusive do time que eu torço).

          2. O Mengão , Sr.JJ torcedor do porco, Tem elenco e muito mais time de qualquer time do futebol brasileiro, aí é que mora a dor de cotuvelo de vocês torcedores desses times paulistinhas e de jornalistas adeptos aos times medíocres paulistanos.O Mengão encaixando tem time para bater qualquer time nesse brasileiro, libertadores ou no mundial.Pra cima deles mengão!!!

      2. Mermão para de usar essas cacas de cavalo, e sai do mundo mistico do cheirinho..ksksksks, teu time só ganha par ou impar e taça Guanabara, ou carioca, sei lá como chama esse campeonato esquisito e fraco que vcs jogam, qualquer time do nosso interior paulista da uma saraivada de futebol em vcs, nesse campeonatinho medíocre carioquinha, volta pra realidade ser estranho. ksksksks

  2. A imprensa paulista nunca ajuda o SANTOS, pena que a nossa torcida eh uma lastima na Vila, preferem a poltrona dos seus sofas. Mas pouco importa, nos somos o time mais lembrado no mundo. SANTOS, SEMPRE SANTOS !!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *