Gil de Ferran na McLaren: anúncio esquenta GP da Inglaterra

Foto: VLADIMIR SIMICEK/AFP

O GP da Inglaterra, 10ª etapa do Mundial de Fórmula 1 2018, marca o fim da primeira metade da temporada. Depois virão Alemanha e Hungria e, em seguida, as férias de agosto. Neste domingo (10h10, transmissão pela TV Globo e BandNews FM), além do favoritismo de Lewis Hamilton, a corrida terá outra atração: a equipe McLaren. O anúncio oficial da contratação de Gil de Ferran como novo diretor esportivo da escuderia, substituindo o francês Eric Boullier, indica que Fernando Alonso deverá permanecer na categoria. E quer dar a volta por cima em 2019.

Por que Lewis Hamilton é o favorito em Silverstone? A explicação é simples com base nas estatísticas. Hamilton venceu cinco vezes o GP da Inglaterra, com destaque para as quatro últimas provas consecutivas. Nas três últimas também largou na pole. Em 2014, largou em 6º e chegou em 1º. Lewis também detém o recorde de pole (1min26s600) e da prova (1min30s621). No momento, em número de vitórias, Hamilton está empatado com Alain Prost e Jim Clark. Se vencer será o único piloto a conquistar seis primeiros lugares no GP da Inglaterra. Fora isso, a Mercedes ficou devendo na Áustria. Vencer em Silverstone, de preferência fazendo a dobradinha tornou-se, praticamente, uma obrigação.

Isso, entretanto, não assegura que a luta será fácil. Ferrari e Red Bull vem dispostas, cada um do seu jeito, a atrapalhar a Mercedes. A Ferrari com o talento de Sebastian Vettel e a potência de seu motor: a Red Bull com um carro equilibrado e estratégia adequada.

A McLaren começará agora, em Silverstone, um longo caminho para recuperar o prestígio. Sua última vitória foi no GP do Brasil de 2012, com Jenson Button. A chegada de Gil de Ferran, que fez um ótimo trabalho junto a Fernando Alonso nas 500 Milhas de Indianápolis de 2017, e a reestruturação da equipe indicam que o piloto espanhol desistiu da aventura americana e deverá se concentrar na Fórmula 1 definitivamente e em provas de longa duração. Alonso seria o avalista do convite feito a Gil de Ferran embora ele já fosse conhecido em respeitado pelo diretor executivo da McLaren, Zak Brown.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *