Imortal da Fiel desabafa: “Deus foi meu escudo”.

(Foto: Acervo Pessoal)

Jonathan José da Silva, de 29 anos, acordou nesta segunda-feira como se tivesse nascido de novo. Pai de uma filha, desempregado, mora numa casa simples no bairro Jardim São Luís, em Santo Amaro, Zona Sul de São Paulo. Na véspera, escapou da morte a poucos metros do estádio Couto Pereira, em Curitiba, onde foi acompanhar uma das paixões da vida dele, o Corinthians. Baba, como é conhecido pelos amigos, vítima de linchamento por oito torcedores da Império Alviverde, procura uma explicação racional para tamanha fatalidade e só encontra uma resposta: “Deus foi meu escudo. Ele me salvou da morte”.

Evangélico, pintor de paredes, Jonathan é descrito pelos amigos como um sujeito tranquilo, amigo, companheiro e prestativo. “Um cara do bem”, explica Euclides Nogueira, dono do Bar do Corintiano e organizador da caravana para Curitiba. Kiko (apelido de infância) também tem um trabalho de recuperação de drogados e uma clínica religiosa. Nogueira serviu de interlocutor entre esse blog e Baba. “Quando chegamos no bairro, domingo à noite, todas famílias estavam nos esperando. Foi uma choradeira geral. Teve mãe que desmaiou. Esposas e filhas passaram mal. Aí, então, caiu a ficha para todos nós. Escapamos por um milagre”, analisou.

(Foto: Acervo Pessoal)

Baba, já conhecido como o Imortal da Fiel, “travou” nessa segunda-feira. Está extasiado, chocado, com as últimas 48 horas. No entanto, lembra direitinho de tudo o que ocorreu. “Eu estava no primeiro ônibus, apedrejado pela torcida. Fui, então, para outro busão. Fiquei na porta. Na curva, me acertaram com uma pedra no rosto. Fiquei tonto, senti me puxarem e caí no asfalto. Percebi a gravidade da situação e procurei defender a cabeça. Em nenhum momento perdi os sentidos. Fiquei consciente e pude me defender um pouco”, revelou.

Já Kiko conta detalhes do resgate. “Voltamos correndo. Vimos o estado dele. Estava acordado e respirando bem. Os bombeiros chegaram e o levaram para um hospital. Na hora, tentando nos defender dos ataques do pessoal da Império, nem perguntamos para onde ele seria levado”. Baba, por sua vez, lembra de tudo. “Cheguei no Pronto Socorro e logo me atenderam. Tiraram raio-X e fizeram outros exames. Não sei dizer quais. Levei cinco pontos no olho esquerdo. Sentia dores no peito. As chapas não acusaram nada”, revelou.

(Foto: Acervo Pessoal)

Médicos aplicaram injeções de anti-inflamatórios (agora está tomando via oral, em casa) e o dispensaram. “Me sentia bem. Tanto assim que fui para o jogo”, disse. Escapar de linchamento é raro. Segundo o especialista José de Souza Martins, autor do livro “Linchamentos, a justiça popular do Brasil”, da editora Contexto, de 2.579 pessoas, 1.150 são salvas pela polícia. As outras 1221 são pegas pelos agressores. Desse grupo, 64% morrem e os outros 36% sofrem ferimentos graves.

“Não estou com raiva e nem quero me vingar de ninguém. Dei azar. Vou por na conta da fatalidade. Vou continuar acompanhando jogos do Timão assim que me recuperar”, explicou. Kiko, por outro lado, adiantou que Baba está sendo cuidado pela comunidade do jardim São Luís. “O que ele precisar, faremos uma vaquinha. Com a gente é assim. Ninguém morre pagão. O pouco que temos, dividimos”.

E tenho dito!

 

52 comentários

  1. Eu Zé Roberto, tenho 48 anos, sou corintiano, moro em cascavel PR, fui até curitiba assistir a este jogo, foi a primeira vez na minha vida, tinha a ilusão de torcer, cantar o hino do timão, ver os jogadores do time de perto, que decepção, envez de me divertir vendo jogo do meu time, passei duas horas de puro horror, pessoas no estádio tanto nas proximidades quanto no interior, procurando corintianos para bater, eu estava com meu filho e dois amigos, ficamos acuados e muito assustados com tanta selvageria, as pessoas não nos conhecem, não sabem quem somos, mas queriam bater em qualquer corintiano que estivesse no estádio. conclusão, Estádio não é lugar para passear e se divertir, é reduto de marginais. Não retornarei JAMAIS a curitiba para ver jogos do corinthians.

      1. Esse “coxa”, disse tudo! É assim em Curitiba, eles se acham diferentes (tanto torcidas como os PMs) mas aqui em SP, procuram torcidas aliadas para vir aos jogos. Pq será que a terceira maior torcida do PR é a do Timão???

    1. Ze Roberto, venha assistir um jogo em Itaquera que vc vai adorar! Eu vou sempre e considero bem seguro, nunca passei nenhum apuro. Nunca vou fora de casa porque aqui no Brasil é muito perigoso. Abs

    2. Boa noite!
      É muito triste ver esses marginais fazer o que fazem e não serem punidos.
      Em Itaquera nunca vi nenhum tipo de confusão, o ambiente é familiar … e da para ir com os filhos tranquilo, muito bem organizado e seguro. Vou sempre com condução pública e nunca tive problemas.
      #vaicorinthians

  2. Infelizmente a intolerância no mundo está cada vez pior, achei legal a entrevista do Chico Lang, mas queria que fizesse outra entrevista com aqueles marginais corinthianos que mataram o torcedor na Bolívia, pois ai sim ficaria tudo certo.

    1. Cara desculpe-me mais justificar uma selvageria dessas com uma fatalidade(pois interpretando seu discurso o torcedor q estava na Bolívia acendeu e mirou propositalmente com intuito de acertar Kevin) é por esse tipo de mentalidade que veremos cada vez mais essas atrocidades!!

    2. Era 1 artefato, não foi 12 que acendeu!
      Se vc ve na tv que foram 12 presos n quer dizer que 12 cometeu o crime, que vc nunca sofra da injustiça que erra tanto por punir o inocente tanto por n punir o culpado, a diferença é que o julgamento sempre vai existir pra quem for taxado como criminoso inocentemente..
      É quase como chamar todos da organizada de bandido msm sem a maioria nunca ter cometido nenhum crime..

  3. Não sou torcedor de arquibancadas , e nem organizadas , mas tenho algo a dizer,Esse idiota do Flávio prado , não pode generalizar todos os torcedores, não sei como um cara desse pode fazer parte de um programa de esportes tão consagrado ..

  4. Se a policia estivesse no local desde cedo nada disso teria acontecido
    Eu tbm estive ontem em Curitiba com amigos e foi tudo bm
    Na noite de Sabado frequentamos os bares d boa com camisa do Corinthians
    Falha grave da policia.

    1. Donizete, é um evento privado quem tem a obrigação de garantir a segurança não é o estado mas sim o organizador, no caso o mandante do jogo, se houve falha ou não no policiamento culpe o clube e não o policiamento.

  5. Quero deixar aqui um forte abraço para nosso irmão ( imortal da Fiel )Jonathan corintiano que foi agredido covardemente por esses selvagens. Deus te abençoe.

    Há, pra finalizar vou fazer um desabafo. Falar pra esse sujeito Flávio Prado respeitar um pouco mais a instituição Gaviões da Fiel, ele não pode generalizar e sair detonando todo mundo , falando que todos são marginais. Por trás da camisa de torcidas tem um ser humano , pai de família,assim como ele.
    Até mesmo a Michelle no programa de hoje do Gazeta Esportiva ficou indignada com a postura e opinião podre desse sujeito.

    Aff, não sei como a TV GAZETA pode dar espaço e um microfone pra ele falar tanto besteira.

    Boa noite e um grande abraço.

    É nois CHICO LANG.

      1. Este sujeito Flávio Prado não poderia nunca estar em um programa esportivo sendo visto por muitos espectadores. Ele é um formador de opinião e, como tal, deveria medir as palavras e as consequencias delas. Não sei como a Gazeta mantem uma pessoa dessa em seu quadro de apresentadores. Ontem no programa deu para perceber claramente que a MIchelle e o Celso não estavam confortáveis com aquela situação.

  6. Isso e foda nos saímos para acompanha nosso time ai vem uns otário desses pra que isso o cara tava no chão eles chutando .covardes só briga assim pq. Na parte pra luta sozinho un dia eles vão ter filhos quero ver se eles vão gostar de ver o filhos deles nessa citação covardes.

  7. Só porque apanhou virou vitima? O cara desce do onibus atira paus e pedras contra a torcida adversária, ao correr para o onibus é arrancado para fora e agredido pois ação gera reação, e por ter levado a pior é o coitadinho da historia, vai se lascar!!! Mídia que protege esses vermes!!!

    1. Verme é você seu trouxa , meu primo não é verme . Eles denceram pra defende as mulheres e crianças que estavão dentro do onibus , a torcida adversária que começou a jogar pedras e atirar paus contra nós

  8. A maioria desses torcedores deveria ser presa. Ainda bem que houve uma exceção: um torcedor se esforçou e interrompeu a covardia, salvando o Baba da morte.

  9. São cenas de um país corrupto e preocupado com si próprio, a população deveria ser menos preguiçosa e buscar mais cultura, brigar por inteligência e não ser refém da minoria. A solução está no povo e não na política, mas desse jeito ainda vamos pastar muito.

    1. Ele não foi pra brigar e sim assistir o jogo do corinthians , ele foi pro jogo por que ele tinha feito um biquinho de pintor com meu tio

  10. Se o pessoal curintiano tivesse solicitado a escolta como é de praxe e todo mundo que vai em uma caravana sabe, e não tivessem ido provocar a torcida adversária nada disso teria acontecido. Toda ação tem uma reação, claro que isso não justifica a violência mas no futebol todos sabem, que se uma torcida provocar a outra terá revide, então ninguém é inocente ou pobre cojtado nessa hora, e parabéns aos caras qie estavam no ônibus por deixar seu amigo para trás! !!!!!!

  11. O cara quase morreu e disse “Assim que me recuperar irei voltar o estádio para ver o meu Timão”. Galera sou corintiano, adoro assistir jogos do clube, mas quando o assunto é minha integridade e a de minha família pois se eu faltar certamente colocarei-os em apuros não apenas não me importo com o time mas também quero mais é se lixe, campo de futebol não é lugar para pessoa de bem a muitos anos, tentaram implantar um conceito “europeu” com novos estádios e estrutura de primeiro mundo em um País que pra ser considerado emergente precisa melhorar demais, somos terceiro mundo pra baixo, se é que existe alguma categorização do tipo. Esses jogos são predominantemente frequentado por gente da pior espécie, existe sim uma Meia Duzia de 10 que se aventuram e levam as famílias para o estádio, devo chamá-los de corajosos ou irresponsáveis, pois com tanta violência se arriscar ou arriscar a quem ama é loucura. Nunca o seu sofá com o PayPair View pareceu tão convidativo, não. Concordo em praticamente tudo que o Flávio falou a respeito do incidente, quando os “torcedores” do Coritiba virem a SP quem tentará protagonizar essas cenas lamentáveis serão os corintianos e assim segue o jogo, em clima de impunidade e vergonha, repito, só frequenta estádio quem é desavisado ou bandido.

  12. Chamem o Luciano Huck pra reformar a casa dele e façam vaquinha na internet… Só acha quem procura. Eles não vieram pra torcer… Arrumam encrenca por onde passam, acham que são dono de tudo. Matam na Bolívia e brigam por todos os estádios que passam….

  13. Jose Roberto Dos Santos concordo totalmente contigo Somos corinthianos do Paraguai viajamos 700 km so para ver nosso time… Uma vergonha os torcedores do Coritiba estavam caçando desesperadamente torcedores do corinthians para bater a cada momento diziam que queriam todos os Corinthianos mortos o más engraçado de tudo isso era un suposto setor onde so vao “Familias ” socios do Time do coritiba país de familia junto con seus filhos menores dizendo corinthiano tem que matar tudo fora o resto de coisas que diziam nos salvamos de milagre e graças a Deus a presença da cavalaria….Totalmente decepcionado coritiba torcedores marginais e nao organizada “Familias tb uma vergonha total povo mal educado e ignorante nunca más volto a essa cidade para ver um jogo!!!

  14. Sou do interior do Paraná ja fui a Curitiba no ano passado ver o jogo CAP X corinthians tinha metade da policia que tinha nesse jogo dei a volta totalmente no estadio e não aconteceu mada comigo nem meus amigos para ver o jogo essa torcida do coritiba é maldita, quando cairam eles invadiram o campo e apedrejaram os policiais inclusive um saiu desmaiado mas la parece que sao impunes a tudo cambada de safado e lixo não sou a favor da violencia mas com ferro fere com ferro sera ferido, que Deus faça justiça com esses otarios e no minimo vão para a cadeia !

  15. Ir ao estádio de futebol hoje em dia, realmente tem que rezar muito para que nada aconteça com a gente.
    Porque sem dúvida nenhuma que há ali muitos marginais.

  16. Enquanto alimentar a mentalidade de violência e não aceitar que futebol é um lazer, com as torcidas uniformizadas sendo administradas por imbecis estaremos sujeitos a esses espetáculos de violência.

  17. Mas não entendi como tiraram ele do ônibus.
    O que ele estava fazendo lá ? Espero que não estivesse provocando os outros “animais”.
    Escute amigo, largue mão disso.
    Vejo muitos provocando, desafiando e xingando os outros, mas depois que leva uma surra e quasse morre ou morre, dizem que é pai de família, trabalhador honesto, estudante, cuitadinho da vida, etc….
    Nada justifica a selvageria da torcida do Coritiba, mas acho que você estava no furdunço, vê se aprende agora e se cuida e cuida da sua familia e largue mão desse fanatismo. Não vale a pena.

  18. Chico, analise todos os vídeos. Em um dois deles dá para ver claramente esse marginal, indo em direção a a sede da organizada do Coritiba, depois, em outro vídeo ele aparece atirando pedras.
    Não desrespeite nossa inteligência. Marginal é marginal!

    1. Ele não é marginal , antes de julga ele procure saber da vida dele , ele poderia ta jogando pedras na torcida do Coritiba sim ,mais eles estavam se defendendo por que a torcida do Coritiba estava j0gando pedras no onibus que tinha mulheres , crianças e idosos dentro , então procure saber da historia primeiro antes de chamar meu primo de marginal , e outra na minha familia não tem nenhum marginal somos pobres mais nunca ninguém foi marginal então menos viu Neto

  19. Não sou de torcida organizada sou contra violência, mas tudo isso teria sido evitado se esses torcedores do Corinthians não tentassem invadir a sede da torcida organizado da império, e são vivardes também os amigos q largaram ele lá depois da merda q fizeram
    Graças a Deus ninguém morreu

  20. A segurança la deixou a desejar, aqui em sampa os caras prende o marreteiro que vende pra tentar pagar seu aluguel..
    Agora quero ver, no jogo de volta os caras nem vai querer pra SP pois sabe que serão cobrados, se vier vai vir escoltado pelo exercito..

  21. Ridículo. O pessoal do Corinthians se dirigiu a Sede da Império para invadir. Foram rechaçados. Na fuga deixaram esse rapaz para trás. Não existem mocinhos nessa história. Um bando de idiotas tentou invadir a sede da IAV e um bando de marginais idiotas resolveram matar o cara que ficou para trás. Todos deveriam ser punidos. Só com punição rigorosa esses idiotas seriam afastados do futebol e as famílias poderiam voltar a se divertir sadiamente. Simples assim….

  22. Infelizmente o que aconteceu em Curitiba, mostra o despreparo das pessoas em nosso País, bando de ignorantes, estamos caminhando para um guerra cível. Triste fim deste País chamado BRASIL.

  23. Engraçado que quando vou no estadio, não esbarro neste tipo de situação.
    A barbarie é condenavel sim… não importda a camisa do time que esteja vestindo.
    Mas esta na hora de parar de passar a mão na cabeça destes torcedores uniformizados, como se fossem anjos sem culpa alguma.
    Muitos morreram até na Bolivia.
    Bom torcedor não se envolve em confusão, é minha humilde opinião.

  24. Fico triste, é lamentável esse tipo de guerra, o momento é de festa, e acaba dessa forma, na minha humilde opinião, o que falta mesmo nesse nosso Maravilhoso e Lindo Brasil, é punição, mas punição de verdade, esse tipo de crime não pode simplesmente se resumir em o time perder mando de jogo ou coisa parecida.

  25. Sou palmeirense… vou sempre no estadio com meus filhos, mas jogo fora não tem condições de ir…, em relaçao a este fato, alguem poderia ir atras do rapaz que não deixou o torcedor corintiano apanhar mais… este sim salvou a vida do rapaz…parece ser torcedor do coxa… uma bela atitude de coragem e compaixão .

  26. Mas não teve um homem que impediu mais violência ?
    Este homem, sim, é homem de verdade. Ele(e Deus) salvaram o moço de ser morto. O moço devia agradecer a esse homem.

  27. O rapaz que separou ele não agridiu o rapaz apenas separou, ele foi única pessoa que foi humano o restante são todos animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *