Verdão e Timão, fora!

(Foto: Cesar Greco)

Era o último momento na decisão por pênaltis no Parque, quando o goleiro Diogo Silva deu alguns passos e disparou fora do alcance de Weverton. O CRB havia acabado de marcar seu último pênalti na série alternada, depois de um empate por 2 a 2 na disputa da primeira rodada dessa modalidade.

Diogo, então foi pra baixo da sua trave e esperou Marcos Rocha bater na bola, já escolhendo o canto direito, onde espalmou a bola e agarrou a classificação inesperada do CRB diante do atual campeão da Copa do Brasil.

Momento histórico, tanto para o CRB, uma imagem eternizada na memória do clube e de seus torcedores, cercada por filetes de ouro, e também para o Verdão, como uma mancha roxa de vergonha.

Não que o Palmeiras tenha jogado mal, nada disso. Ao contrário: dominou o adversário do começo ao fim, mandou mais de trinta bolas em direção à meta do CRB, cerca de cinco delas aparadas providencialmente por Diogo, contra apenas duas do inimigo.

Numa delas, justamente aquela, logo aos 5 minutos de jogo, Ewandro mandou às redes verdes. Foi o suficiente para alcançar o empate no placar agregado e levar a decisão aos pênaltis.

Já o Corinthians nem a esse ponto chegou diante do Dragão que o havia devorado por duas vezes nos últimos dias.

Mas a verdade é que não faltou empenho ao Timão, que partiu pra cima do Atlético GO desde o início. Faltou-lhe, porém, inventiva para armar as jogadas letais e mira certeira aos seus atacantes quando estas surgiram um tanto aleatoriamente.

Enquanto isso, o Dragão parecia estar ali apenas fazendo a digestão, depois de refeições tão saborosas quanto às que lhe ofeceram o Corinthians e São Paulo tão recentemente. Defendeu-se como quem espanta os mosquitos que incomodam sua sesta, só esperando a hora de festejar sua passagem para a próxima fase da Copa do Brasil, taça cheia de fel tanto para o Palmeiras quanto para Corinthians.

(Foto: Rodrigo Coca)

 

 

6 comentários

  1. Isso mostra a mediocridade que são esses timecos paulistas!Apenas super estimado por jornalistas paulistas, sabendo todos eles que não há time no Brasil competitivo melhor do que o Mengão!!!

    1. Cara, não consigo entender porque você insiste em publicar aqui. Esse é um site totalmente paulista, aqui não se liga a mínima para cariocas. Não tem nenhum site no RJ para você falar suas bobagens ?

    2. fanatismo e provocação à parte, você tem razão quanto ao flamengo atual..ainda é o melhor futebol praticado por aqui. sou palmeirense.

  2. …”Vc já observou que todas a vezes que o Palmeiras toma o primeiro gol em uma partida, não consegue virar o placar porque o Abel não sabe mudar taticamente o time? Fica sempre na mesmice de lançamentos longos, facilitando a vida da defesa contrária. Quer dizer, ali ninguém tenta um drible, uma arrancada, um chute de longa distancia, uma tabela , uma jogada individual para tentar romper a retranca armada pelo adversário ( e ai tem o dedo do treinador)”. Bem, eu fiz questão de recordar esse trecho de um comentário meu no dia 4 de julho, da matéria do Helena Jr, cujo título era “Verdão e Argentina, inacreditáveis”, onde o Memil e o Ricardo contestaram meu comentário sobre esse defeito tático do Abel e a incapacidade do ataque verde. E agora, Memil e Ricardo, estou certo ou não? Nas mãos do Abel o Palmeiras não ganha mais nada, anotem ai…
    Quanto ao Corinthians, um pequeno comentário: houve muito empenho, muita dedicação, muita garra , mas faltou uma coisa muito importante para o timão ganhar o jogo: qualidade técnica e categoria aos seus jogadores, que, com exceção de um ou outro, não estão a altura de vestir o manto alvinegro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *