Emily Lima sobre futebol feminino na América do Sul: “O Brasil é o espelho das outras seleções”

Apesar de ainda estar longe do ideal, a gente sabe que, no Brasil, o futebol feminino tem batido recordes de audiência e investimento, principalmente depois da Copa do Mundo de 2019, que foi um divisor de águas. Mas a situação não é a mesma em toda América do Sul. Enquanto essa evolução não é realidade no continente, o desenvolvimento nas terras tupiniquins serve de inspiração e espelho para os países vizinhos.

Emily Lima, técnica da Seleção equatoriana, fez parte da evolução do futebol feminino brasileiro. A primeira mulher a comandar a equipe nacional acredita que o Brasil está, pelo menos, 20 anos à frente do Equador, quando o assunto é desenvolvimento da modalidade.

Em entrevista exclusiva ao Entrelinhas, Emily comentou sobre o desenvolvimento da modalidade no Brasil, no Equador e na América do Sul. Confira:

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *