Poatan faz história com novo título no UFC

Alex Pereira faz história no UFC novamente e conquista novo cinturão para o Brasil – Divulgação

O Brasil conquistou um novo cinturão no maior evento de MMA do mundo.

Na noite deste último sábado, no UFC 295 em Nova York, Alex “Poatan” Pereira marcou mais uma vez seu nome na história dos esportes de combate.

Lutando pelo cinturão peso meio pesado (até 93kg) pela primeira vez na organização, o paulista de São Bernardo do Campo encarou o tcheco Jiri Prochazka, ex-campeão da categoria.

Dominando totalmente as ações em pé no primeiro round, Poatan complicava as ações do tcheco com potentes chutes baixos na perna esquerda de Prochazka, obrigando o ex-campeão a mudar sua estratégia e buscar a luta agarrada, chegando até a derrubar o brasileiro que conseguiu se defender dos ataques.

Paciente, Poatan esperou o momento ideal para colocar em prática sua tática “mortal”: seu potente gancho de esquerda que já fizeram outras duas vítimas, Sean Strickland (atual campeão dos médios) e Israel Adesanya (ex campeão dos médios).

Após o knockdown em Prochazka, o tcheco ainda tentou se recuperar buscando tentar a queda mas uma blitz de cotoveladas acabou obrigando o árbitro Marc Goddard a interromper a luta no segundo round, coroando a glória do paulista.

A paralização chegou a ser questionada por muitas pessoas nas redes sociais porém Prochazka admitiu em sua entrevista pós luta que realmente “apagou” com os golpes do brasileiro que faz história no UFC, sendo o primeiro lutador do Brasil a ter dois cinturões em pesos diferentes (médio e meio pesado) da organização.

https://twitter.com/ufc/status/1723579003980968233?t=Y40cB8bIuGmRUZE-6-G2ZQ&s=19

Na entrevista pós luta, Poatan surpreendeu o público ao desafiar seu antigo rival, Israel Adesanya que recentemente anunciou uma paralização na carreira até 2027.

Apesar do desafio de Poatan, os planos do UFC parecem ser diferentes, já que o ex-campeão da categoria, o americano Jamahal Hill estava na primeira fila do show assistindo a luta e quando foi questionado pelo comentarista e repórter Joe Rogan, Poatan desconversou dizendo que acredita que o mesmo não vai estar pronto para lutar em breve, desejando estar ativo na organização.

Outros importantes dois destaques do Brasil no show, são os nocautes de Jéssica Andrade que voltou aos velhos tempos e aplicou uma blitz de knockdowns na compatriota Mackenzie Dern, conseguindo o nocaute no segundo round, após derrubar Dern por três vezes, um novo recorde no MMA feminino dentro do UFC.

https://twitter.com/ufc/status/1723554679148151147?t=iTzxsrSe1sJb212hO8u-gQ&s=19

O manauara Diego Lopes também fez bonito ao atropelar o americano Pat Sabatini em segundos de luta.

https://twitter.com/ufc/status/1723542964092453008?t=-EvMQYlSt0YBV_X0Pyxihw&s=19

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *