Flamengo virou time comum, mas Domènec não cai. Não por enquanto.

Foto: Jose Jacome/AFP

A humilhante goleada sofrida para o Independente Del Valle por 5 a 0 não significará o fim da linha para Domènec no Flamengo.

A multa rescisória é altíssima, fora dos padrões.

Em outra época, ou gestão, o técnico sequer daria entrevista coletiva. Seria demitido ainda no vestiário.

O Flamengo de hoje é completamente previsível e comum. Igual aos outros. A altitude de Quito pode ter tornado o time presa fácil, mas o vexame vai além.

Parecia jogo de Sub 20 contra Sub 50, um verdadeiro vareio físico e tático.

Falta um líder, alguém que tenha vocação para comandar. E esse cara não parece ser Domènec.

Levar 7 gols em 2 jogos prova que o Flamengo está completamente fora de sintonia. O problema, embora neguem, passa pelo vestiário.

Jogar a culpa nele é fácil, mas fica evidente que o tal rodízio proposto não vingou. E quando os jogadores não comprar a ideia do treinador, normalmente sobra para quem está do lado de fora.

Opções táticas absurdas, escalações equivocadas e substituições horrorosas.

Não há resposta em campo e o que se vê é um Flamengo apático, sem vontade, desmotivado, péssimo fisicamente e com uma notória má vontade.

Já são 4 derrotas na conta de Domènec. E se não fosse o VAR salvar contra Grêmio e Botafogo, seriam 6. Cada jogo um esquema e uma defesa, antes segura, que tomou 18 gols em 11 jogos.

Marcos Brás e Landim devem agir com rigor.

Difícil decisão, mas não existe multa no mundo que possa segurar o catalão se a torcida comprar o barulho. E pelo jeito já comprou.

Os muros da Gávea amanheceram pichados com frases Domènec Torrent:

‘Domènec é o c…’, ‘ Sai Fora’, ‘Meu Deus’

Se perder para o Barcelona de Guaiaquil … 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *