Números desmentem Flamengo

Foto: Divulgação/Flamengo

As coisas vão ficando claras para o torcedor do Flamengo que não conseguia ou não queria enxergar a realidade.

Os números, nesse caso, ajudam a explicar.

O que o time fez contra o Cruzeiro no Mineirão já havia feito diante do Grêmio na quinta passada no Rio, ou seja, maior posse de bola e poucas finalizações.

Ontem foram 3, incluindo o gol.

A conclusão é óbvia. O Flamengo tem um elenco muito bom, mas um time sem jogadas ensaiadas, infiltrações e que joga na base da individualidade.

Zé Ricardo perdeu o duelo para Renato e voltou a ser superado por Mano Menezes.

O técnico errou de novo. Duas vezes. Substituiu simplesmente Everton Ribeiro e Diego, os caras responsáveis pela criação.

 

 

4 comentários

  1. concordo plenamente, um tecnico gente boa , mais que entende pouco de futeboj, troca tres jogadores para mexer em uma posicao, compromete o entrosamento, nao treina jogadas de penetracao e tira os jogadores de criacao, coloca um monte de centroavante, quem ganha jogo e o meio de campo, nao adianta colocar tres atacantes se a bola nao chegar.

  2. Zé Ricaro errou também em não colocar Damião, acho que o Flamengo tem muitas opções e só está sendo usado opção A, falta criatividade de nosso técnico que é previsível e nossos adversário acabam nos marcando muito fácil! Wanderley Luxemburgo tem fama de só jogar com medalhões mais gostaria de ver este time do Flamengo nas mãos dele.

    1. O que eu reparo é que o berrio é mais
      Eficiente como homem de área do que lado de campo,dos gols que ele fez foi catacterística de tal posição.

  3. Enquanto jogar com estes dois volantes sem criatividade. Não vai ,se contratou Arão e Rômulo volantes que sabem jogar até quando vão ficar no banco .E o time está porcaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *