Está com raiva, por quê?

 

 

 

A torcida do São Paulo ficou irada. “Vaza” foi líder dos TT durante toda tarde de ontem. Cada um pensa o que quiser mas é preciso colocar-se no lugar do outro, para fazer um julgamento mais justo. Daniel Alves foi convidado para jogar no São Paulo. Pediu alto. O clube aceitou. Fez a parte dele sempre, e isso todos que trabalharam com ele confirmam. Chegava cedo e ia embora tarde, nunca se negando a ajudar no que lhe fosse pedido. E até ganhou um título, num time que se desacostumou a ser campeão.

Do outro lado, nada se cumpriu. A primeira diretoria, que fez mil promessas e não cumpriu nada, passou para os atuais mandantes uma missão árdua. Negociar com Daniel Alves não foi fácil, mais ainda com a possibilidade dele atuar por outro clube, caso não jogasse a sétima partida no atual Campeonato. E veio o rompimento.

Como você agiria se sua empresa lhe prometesse várias coisas e não cumprisse? O que você faria se percebesse que lhe venderam uma coisa que não era real? Você ficaria cômodo sendo xingado, mesmo com seus salários atrasados, embora cumprisse suas obrigações? E finalmente, vendo que as coisas não melhorariam facilmente, se é que melhorarão em algum momento, pensasse em trocar de emprego, você estaria errado? Depois de responder sinceramente estas perguntas, talvez sua opinião sobre o caso, mude.