Em fase de acerto

A chegada de Paquetá ao time titular, acertou a seleção de Tite. Ele achou o “Renato Augusto ou Paulinho” que faltava no esquema que tanto gosta. E há momentos bonitos como no primeiro tempo contra o Peru. Neymar e Paquetá estão com um entrosamento caminhando para algo especial. E esta é uma boa notícia.

O Brasil seria e será um dos favoritos na Copa do ano que vem. Mas com alguns entrosamentos na equipe as chances podem aumentar. Ainda faltam detalhes e não são poucos. As cobranças são fortes porque poucos aceitam que o Brasil é um dos melhores e não o melhor absoluto. Creio que Tite já se acostumou. E aos poucos vai ajeitando cada vez melhor, a casa.