Do lixo às taças

 

N’ Golo Kante é filho de imigrantes e como tal muito discriminado. Sua infância em Paris foi ajudando os pais atrás de colocar comida em casa. Ele era catador de lixo. Revirava os latões da periferia procurando objetos, que seriam levados para reciclagem. Era visto com desprezo e arrogância.

O tempo passou e Kante achou seu real caminho nos campos de futebol. Virou referência mundial comandando o Leicester, que ganhou de maneira muito inesperada a Premier League. Foi convocado para a seleção e tornou-se campeão do mundo. Os que não o aceitavam como ser humano, coisa muito comum de vários parisienses com filhos de imigrantes, emocionaram-se com o título.

Agora ele vai para a final da Champions League. Foi o melhor em campo no jogo da classificação contra o enorme Real Madrid. Junto dele estão Thiago Silva e Tomás Tuchel, também desprezados em Paris. Já o PSG ficou pelo caminho. Kante merece toda torcida. Este sim é um vencedor.