Superliga pode ser boa

 

 

 

A Superliga de clubes da Europa está mal vista de modo geral. Eu vejo muitas coisas positivas e até gostaria de algo semelhante deste lado do mundo. O que mais gosto é da autonomia dos clubes. Eles precisam da Uefa para que? Como nossos maiores times em nada necessitam de federações e confederações. Estes cartórios ambulantes só servem para tirar boa parte do que pertence aos donos do espetáculo.

Gosto também da ideia de torneios somente com grandes jogos. E se a coisas prosperar poderemos ver ligas de clubes médios e também pequenos. Cada um no seu espaço. Um pequeno grupo de grandões, misturado com estruturas minúsculas não me agrada. Os campeonatos regionais do Brasil são a maior prova disso.

Acho no entanto, que ficar fechados num grupo de “amiguinhos” e alguns inclusive “mortos-vivos” como Milan e Arsenal, não tem cabimento. Outros futuros grandes devem ter abertura e as antigas e superadas “potenciais” da bola que entre nos locais que lhes cabem hoje. De modo geral, para mim, têm mais virtudes que defeitos.