A hora de Jesus

                                                                                                                                                                                                                                                                            Gabriel Jesus é muito jovem. Tem só 23 anos, mas a bola o fez cascudo. Primeiro na várzea do Jardim Peri, que não é mole, depois queimando etapas no Palmeiras, que precisava dele mesmo menino e não se decepcionou. Até que veio a ligação de Pep Guardiola e lá se foi ele para o grande mundo do futebol.

Gabriel as vezes falha em momentos decisivos. Tem bastante para evoluir. Já andou bastante e ainda tem idade olímpica, imaginem, e uma rodagem sensacional. Aprende muito e rápido e pelo segundo ano seguido, faz 20 ou mais gols na Premier League. É o primeiro brasileiro a obter tal façanha.

É bom ver alguém de origem humilde entender o tempo certo das coisas. A orientação da mãe pesou muito. Houve o tempo da várzea, do Palmeiras, da seleção e do Manchester City. Passo a passo. Sinal de muita inteligência e humildade. Com essa receita, não tem jeito, cada vez voará mais alto.