Quero só ver

 

A ideia dos clubes, que pode parecer brilhante a princípio, de cuidar das próprias transmissões e direitos de jogos, pode significar o final de um dos maiores micos, ainda pendentes no nosso futebol, os campeonatos estaduais. Mortos há muitos anos sobrevivem das verbas da TV Globo, que compra a coisa ruim, para ter em troca a maior, que realmente importa, que é o Campeonato Nacional.

Sem a verba da Globo esses torneios não terão como sobreviver, já que não têm atrativo de público, não levam a lugar nenhum e a maioria dos participantes está falida, dependendo apenas deste dinheiro para ainda existir como marca do que conquistou no passado, já que hoje não significam nada.

Há ainda a ilusão de que os clubes conseguirão negociar suas transmissões, manterem qualidade e ganhar dinheiro bem maior do que hoje. São os mesmo que não conseguem sequer pagar suas próprias contas ou vender patrocínios master de suas camisas, mesmo com milhares de torcedores, que poderiam ser clientes. Aguardo para ver. Mas duvido que com esse episódio aprendam a fazer gestões corretas. O que mostram, atualmente, é exatamente o contrário.