Vamos com calma

 

 

 

Só o São Paulo falhou na primeira rodada da Libertadores. A altitude pesou, mas as falhas na pontaria foram determinantes para outra derrota. O Binacional poderia ser goleado com o meio folego do primeiro tempo e não teria qualquer poder de reação com ou sem ar.

Os outros venceram, mas convenhamos, ninguém com muito brilho. O Inter de Coudet foi o que mais chamou a atenção. Não sabemos como medir, no entanto, o nível do adversário. O Athetico sofreu para fazer gol no Peñarol de muito passado e pouco presente.

Grêmio e Flamengo, que deveriam enfrentar times respeitáveis, pegaram América de Cali e Junior Barranquilla irreconhecíveis. E os dois brasileiros jogaram para o gasto. O Santos foi a surpresa e ganhou folego para os próximos jogos, enquanto o Palmeiras contra um timeco de Segunda Divisão sofreu mais do que devia.

Resultados vieram. Mas vamos com calma. A competição mal começou. O River Plate, reserva da primeira rodada, não é o time que veremos daqui para frente. Tem Boca Juniors e até os paraguaios que podem surpreender. O Brasil pode simganhar de novo. Mas todos vão precisar jogar bem mais do nessa primeira ótima rodada de resultados e nem tanto de futebol.