Bons ventos

 

 

Que os bons ventos de 2020 venham como estão parecendo. Corinthians e Palmeiras, pelo menos aparentemente, prometem mudar seus estilos chatos, e vitoriosos a bem da verdade, por times mais ousados e ofensivos. Espero que saibam que também significa mais riscos. O São Paulo não deu a “cabeça” do Raí como costuma fazer a cada final de ano sem títulos. Ninguém “caiu” e isso também é bom.

O Santos não tem grana para segurar Jorge Sampaoli, mas pelo que sei não vai abdicar do estilo, apenas trocará o nome e, tudo indica, até seguirá com um estrangeiro no comando. E tem ainda o Bragantino, na verdade Red Bull, que começa para valer a sua empreitada em alto nível no Brasil. Investimentos virão.

Começar o ano com otimismo é muito bom. Mas exageros geram frustrações. Estou esperando um 2020 com futebol de qualidade bem melhor. O Flamengo de Jorge Jesus e o Santos de Jorge Sampaoli, mexeram com as estruturas (mal) viciadas do nosso futebol. Agora parece que teremos mesmo uma positiva mudança de rumo.