Boa meninos do Figueira

Os jogadores do Figueirense não foram para o jogo. Estão de parabéns. Já que não há leis que os protejam de verdade, apenas uma atitude drástica poderá mudar esse quadro vergonhoso. Um amigo treinador me disse, que nos últimos 30 meses, recebeu apenas 5 salários nos diversos clubes que treinou. Está acionando todos, mas isso não é profissionalismo.

Quem trabalha com futebol é exatamente como qualquer pessoa, que vive de sua profissão. Não importa se ganhe muito ou pouco, e a maioria ganha bem pouco. Há responsabilidades, famílias, compromissos e não dá para exercer suas atividades sem receber.

Os clubes costumam ser irresponsáveis, as federações e confederações não cobram nada e ninguém. Gastam aleatoriamente, deixam dívidas para os sucessores e quem paga são os funcionários, desde a tia da cozinha, até o treinador. Espero que outros jogadores tenham a coragem dos rapazes do Figueirense. Só assim esse quadro nojento, pode acabar acaba.