Tudo muda muito rápido

Foto: Cesar Greco/SEP

Impressionante como as coisas mudam rápido no futebol brasileiro. Dez dias antes da derrota para o Cruzeiro em Belo Horizonte, resultado absolutamente normal, o Palmeiras com ótima atuação derrotou o Bahia. Depois empatou com o América-MG e avançou na Copa do Brasil e perdeu para o Sport em casa e para o Cruzeiro fora. Realmente o time jogou mal nos 3 jogos, mas acho que o drama é  exagerado.

O trabalho de Róger Machado tem defeitos, como todos os trabalhos, inclusive dos times campeões. O que assusta é como a sensação de terra arrasada aparece rápido, assim como de uma hora para outra um time com uma boa sequência de resultados vira favorito ao título, caso do São Paulo.

O equilíbrio é fundamental. Claro que existe a empolgação e a corneta do torcedor, mas o mínimo de coerência e cautela é fundamental, principalmente para quem analisa e para quem comanda um clube.