Bem clássico mesmo

Foi um jogo bem agitado. Rogério Ceni começou com num time muito pesado e o Corinthians passeou nos primeiros minutos. Poderia ter feito de 3 a 4 gols. As chances foram claras. Aí veio o empate. E com ele o retorno da confiança do São Paulo. E mais do que isso, as linhas de compactaram. Equilíbrio com o Corinthians procurando mais o gol. Numa falha de Maicon , coadjuvado por Lucão saiu o segundo do time da casa.

No começo do segundo tempo com Rogério Ceni retomando a linha de quatro zagueiros o São Paulo saiu para o ataque, mas aí tinha que dar ao adversário o que ele mais gosta, ou seja o contra ataque. O natural 3 a 1 parecia definir o jogo, embora o São Paulo insistisse no ataque, mesmo deixando os naturais espaços para tomar mais gols.

Fez 3 a 2, relembrando a todos que falávamos do Majestoso. E até o final foi um jogo de sufoco na Arena do Corinthians. 3 a 2. Como nos velhos tempos emoção e gols. O time que parecia morto no começo cresceu mesmo na adversidade. Assim são os clássicos. A vitória foi justa. Mas ficou claro que, perder muitas chances num jogo desse porte, acaba significando sofrimento no final.