Brasil sofreu em Lima

(Foto: Pedro Martins / MoWA Press)
(Foto: Pedro Martins / MoWA Press)

O jogo contra o Peru em Lima foi o mais difícil do Brasil no comando de Tite.

A seleção peruana ataca, usa velocidade, adianta a marcação e fecha os lados do campo. Dificultou muito o jogo do Brasil. Tite conseguiu equilibrar a equipe quando inverteu Coutinho com Renato Augusto. Pelo lado direito, Renato protegeu Daniel Alves que sofria com as jogadas no setor e Coutinho pelo meio rendeu bem com um pouco mais de liberdade.

Um fator muito positivo é a solidez defensiva. Apesar das dificuldades apresentadas no jogo, Alisson pouco trabalhou, não é fácil fazer gol no time de Tite.

No primeiro tempo contra o Equador, nos primeiros minutos diante da Argentina e na primeira etapa contra o Peru, o time sofreu, mas não deu muita chance ao adversário.

No segundo tempo contra o Peru, o time aproveitou bem os espaços principalmente depois do primeiro gol. O time tem repertório, sabe jogar com posse de bola, mas é mortal no contra-ataque. O início de trabalho é promissor, mas é importante sempre querer evoluir, o time sempre pode melhorar, acertar detalhes e buscar novas alternativas.