Renovação do futebol brasileiro

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Quando assumiu a seleção brasileira há um ano, Mano Menezes deixou bem claro, que iria promover a renovação e o resgate do grande futebol brasileiro. Hoje convocou, nesse processo de renovação, Ronaldinho Gaúcho. E com ele pretende resgatar as vitórias. Não foi assim no jogo contra a Argentina, na própria éra Mano, quando o time com Ronaldinho, simplesmente,  jogou feio e perdeu. Já vi também, nessa renovação, Lúcio, Maicon, André Santos e citações insistentes por Kaká que,  provavelmente, voltará em breve. Quanto ao futebol “de sonhos”,  que se prometeu, por enquanto, é somente do sonho dos adversários. Essa é a situação. E quando as coisas não andam no Brasil, entramos no “outrismo”. E o “outro” da vez é o Ronaldinho Gaúcho. Com ele melhorará, garantem. Aguardemos. O jogo da volta dele é um lixo, contra o time B de Gana, ferrando nossos clubes  no Nacional, mais uma vez, para encher os cofres da CBF. Porém,  do jeito que está,  até Gana B poderá criar dificuldades. Aí escolherão “outro” para salvar a Pátria. Por hora vamos “renovando” com Ronaldinho, que já não não servia em 2010, também por negar fogo em 2006, ou seja,  há mais de cinco anos. Mas, há que se respeitar. Enquanto esse “outro” da vez não fosse chamado, ele jogaria um bolão com a camisa do Brasil. Melhor chamar logo, para tirar a teima.