Corinthians, seleção, Santos e Barça

Foto: AFP
Foto: AFP
Corinthians mostrou força. Tite fez uma alteração bem interessante depois do 2 a 0 da primeira fase e o lider manteve-se bem. Finalmente o Emerson fez um partida no nível que se espera dele e agora, mesmo que o Flamengo ganhe do Atlético Goianiense, a liderança estará mantida.

A seleção da molecada sofreu, mas mostrou competência e estará novamente numa final de categoria de base. Essa seleção portuguesa, adversário do Brasil, não sofreu nenhum gol durante todo certame e se classificou contra a Argentina numa largura incrível. Não custa tomar cuidado. Será o embalo de sábado a noite, afinal 10 da noite, não é para qualquer um.

Vi o Barcelona ganhando a Super Copa da Espanha. Foi um jogaço e a distância para o Real Madrid parece que diminuiu. A diferença foi o Messi, outra vez. Enquanto ele brilhava, Cristiano Ronaldo seguia escondido. E o Iniesta, que admiro tanto, cada vez me lembra mais o nosso querido Tostão. Foi o grande jogo do dia.

E Santos? O que será que está acontecendo? Não esperava que brigasse pelo título, mas menos ainda, que corresse risco de cair. Ainda não creio nessa hipótese, porém seria conveniente viajar para o Japão, no fim do ano, sem fazer contas de sufoco. O Neymar tomou o quinto cartão amarelo em cinco jogos.  Será que mereceu mesmo todos eles? Claro que não. Juiz palhaço, querendo aparecer é o que não falta.