Bela vitória do líder

Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

O Corinthians confirmou em campo o favoritismo que carregava na véspera. Construiu uma bela vitória, embora os 3 a 0 não revelem bem o que foi o jogo. O Bahia começou atacando o time comandado por Fábio Carille e poderia ter aberto o placar logo cedo não fosse a precisa intervenção de Cássio.  Jô respondeu pelos corintianos. Perdeu uma chance para logo em seguida abrir o placar. A vantagem deu certa tranquilidade mas não minimizou o ímpeto baiano que seguiu pressionando na etapa final. O jogo se desenhou mais complicado quando Gabriel recebeu o segundo amarelo e foi expulso em lance questionável.  Assim como foi questionável o vermelho para Renê Junior logo depois. Os supostos erros, entretanto, não chegaram a interferir na legitimidade do placar, apenas na movimentação dos times nas quatros linhas. Com dois a menos no jogo, um de cada lado, a partida ficou mais movimentada e o Timão se transformou no dono do jogo quando Balbuena ampliou após cobrança de escanteio. Já nos acréscimos, num vacilo da zaga, Marquinhos Gabriel definiu os 3 a 0 que garantem o topo ao Corinthians e dão moral para a partida contra o Grêmio, domingo, em Porto Alegre.

2 comentários

  1. Celso Cardoso

    E aí Cardoso, filhote e discípulo fiel de Lang tudo bem….só que não….você querer falar que o “retrancabol” deixa o pocotó itaquerense sólido para disputar um campeonato de pontos corridos com um elenco reduzido e mediano como o curiquinha é querer tapar o sol com a peneira, o timinho da Zona Lost está sendo beneficiado pela tabela dirigida pela mamãe CBF que quer salvar o seu filhinho querido, o falidão de itaquera da bancarrota e extinção. Saudações palmeirenses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *