Tragédia anunciada!

Foto: AFP
Foto: AFP

A parada era indigesta. Quase uma luta contra o impossível. Calleri até que tratou de encher o torcedor de esperança ao marcar logo no começo.  O impossível por alguns instantes parecia não existir mais em terras colombianas. Só que o Atlético Nacional trouxe um tal de Borja para as semifinais que justificou os dois milhões de dólares investidos com os gols que fez no Morumbi e hoje em Medellin. Ele tratou de escancarar a dura realidade. Se o São Paulo mostrou dignidade na primeira etapa, poderia até estar na frente no placar caso o árbitro marcasse um pênalti sobre Hudson, no segundo, o Nacional foi senhor do jogo. Mais time, dominava as ações quando Carlinhos abriu demais os braços e fez pênalti. A partir dali o jogo acabou. Expulsões de Lugano e Wesley e o impossível consolidado. Racionalmente falando, independentemente da confusa arbitragem, vai para final a melhor equipe. O São Paulo, por tudo o que aconteceu na temporada, já havia ido longe demais. Serve de alento o fato de que nenhum outro clube brasileiro foi melhor que o tricolor.

3 comentários

  1. se o Toluca viesse com o time principal , já teria saído antes da libertadores , o Atlético ganhou no Morumbi , só isto basta , o resto é chororo !

  2. Parabéns Celso Cardoso, sou corinthiano e fã do seu trabalho. Você e o Everton Guimaraâes da Tv Bandeirantes foram os únicos que analisaram a eliminação do São Paulo na perspectiva correta, respeito ao histórico das arbitragens. O São Paulo eliminou o Atlético -MG favorecido pela arbitragem que não marcou um pênalti escandaloso contra o São Paulo em BH.
    O árbitro foi rigoroso demais com Maycon no jogo de ida, Emerson Sheik, fez muito menos contra o mesmo São Paulo no ano passado , foi expulso e os mesmos jornalistas que criticaram o árbitro argentino no jogo do São Paulo no Morumbi contraos colombianos, enalteceram Sandro Meira Ricci ao expulsar Sheik no jogo do ano passado Você foi o único que se lembrou desse fato. Quando o Corinthians foi assaltado em 2013, contra o Boca no Pacaembu, não houve essa revolta histérica da imprensa. Parabéns Celso você é um dos poucos jornalistas esportivos sensatos

  3. José Pereira, aquele time do SPFC que ganhou do Toluca não perdeu pra ninguém, podia vir qualquer time. Pena que nas semi finais não contamos com todos os 11 jogadores das partidas anteriores.
    Eder, o que você está falando? Fala aí sobre aquele lateral direito e aquele zagueiro criminoso de vocês que eram pra ser expulsos no primeiro tempo no Morumbi. Vocês vieram só pra bater, jogar bola que é bom nada, então não fala besteira. Na bola o tricolor foi melhor e ponto.
    E, na semi, se não fosse 2 juízes mal intencionados prejudicarem o tricolor, você não falaria isso.
    Queria ver se não tivesse expulsado o Maicon se fariam 2 gols aqui, nem a pau!!!
    No segundo jogo, jogamos melhor, éramos pra ter ido pro intervalo com 2 x 1 e um homem a mais. E jogando melhor ainda. Aí no segundo tempo expulsam mais 2, e o engraçado que ninguém fala, é que pouco antes deste penalti pro Nacional, o zagueiro deles cortou a bola com a mão dentro da área e ele mandou o jogo seguir, ou seja, 2 pesos, duas medidas. Pq? E aí, o que me diz?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *