Após negar voto, bicampeão olímpico chama Bruno de mentiroso em grupo de WhatsApp

O vôlei com conhecimento e independência jornalística.

Bruno Rezende, levantador de Taubaté e da seleção brasileira, foi chamado de mentiroso em grupo de WhatsApp.

O jogador, conforme o blog divulgou, votou a favor da chapa Tradição indo contra a chapa Renovação em recente eleição da CBV, Confederação Brasileira de Vôlei.

Não procede a informação que Bruno teria anulado o voto.

95% dos jogadores votaram pelo fim do sistema atual mas foram vencidos pelas federações com peso 6 vezes maior.

Maurício Lima, bicampeão olímpico, criticou a postura de Bruno. O filho de Bernardinho afirmara ao site Globo Esporte que teria anulado o voto, informação inverídica.

O blog teve acesso e divulgou os votos dos jogadores de Taubaté. Uma fonte ligada ao clube confirmou o voto de Bruno para a chapa Tradição.

A assessoria de Taubaté, procurada pelo blog, disse apenas que ‘o atleta Bruno Rezende não fará nenhum comentário sobre o assunto’.

 

 

9 comentários

  1. Taubaté tem regalias na CBV com certeza! Na época de pagar as taxas, se não me engano, Taubaté perdeu o prazo ou não tinha a grana. Foi dado um prazo maior! Na cara dura! E com certeza esses atletas que jogaram contra os próprios atletas devem ter recebido algum regalia da CBV pra terem essa atitude irresponsável e vergonhosa que tiveram. O voleibol indo ladeira abaixo.

  2. E por isso que essa Mérda de levantador tá sempre convocado, msm atuando mal e titular da seleção, pai dele só reclama a beira da quadra ninguém toma providência, vagabundos no esporte brasileiro e Mato, e o esporte em geral tá uma desgraça só

    1. E a panelinha..Votam e ganham convocação pra seleção.Este Bruno e o maior paneleiro ,depois do pai dele,que deu o cargo de técnico da seleção pro Renan se convocasse seu filho

  3. Na verdadeira DEMOCRACIA cada jogador vota como quer. Ninguém está obrigado a fechar com uma chapa apenas. Afinal, isso é DEMOCRACIA! Qual é o problema de que alguns jogadores votem na chapa Tradição? Não é o direito DEMOCRÁTICO deles?

    1. É um direito democrático sim! Mais se você for no site da globo.com você vê claramente o que o Bruno fez, disse que não voltaria e acabou votando. Disse uma coisa e fez outra. E fez ainda mais, criticou a chapa a qual ele voltou, vai entender né!? Mais é vergonhoso ver isso, principalmente vindo dele que é um jogador que sempre tá na seleção brasileira e muitos o teem como exemplo. 😕

  4. Esse merdinha do Bruno, para ser titular na Seleção Brasileira, o pai dele tratou logo de arrumar um problema com o Ricardinho, que era o melhor do mundo, para colocar o filhinho como titular. Essa máfia do voleibol brasileiro é antiga e encoberta pelos títulos conquistados. ESSE É O NOSSO BRASIL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *