Brasileiros ganham medalhas em novos esportes olímpicos

Rayssa Leal representa o Brasil no skate (Foto: Divulgação/Wander Roberto)

As primeiras medalhas do Brasil nos Jogos de Tóquio 2020 não surpreenderam. Tanto o meio leve Daniel Cargnin (judô), como Kelvin Hoefler e Rayssa Leal (skate) estavam entre favoritos ao pódio. Aliás, o bronze de Daniel, e a prata de Kelvin e Rayssa foram merecidos. O judô que foi programado pela primeira vez em Olimpíadas exatamente em Tóquio 1964, já deu muitas medalhas ao Brasil.

E o skate, que faz sua estreia nos Jogos deste ano, por sinal na capital do Japão, tem brasileiros entre os melhores do mundo.

O surfe (que também é programado pela primeira vez) é outro esporte em que o Brasil pode  colocar representantes no pódio, principalmente no masculino, já que Ítalo Ferreira e Gabriel Medina ocupam o primeiro e o segundo lugar no ranking mundial do esporte. Ítalo e Gabriel já foram campeões mundiais.

Quem não mereceu elogios foram as equipes de handebol. É verdade que a tradição nacional no handebol não é antiga. Porém, nos últimos anos a modalidade cresceu muito. Tamara que ainda se recupere nestes Jogos e que o futuro seja de consolidação da prática no país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *