De clube a time

Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Lemos há dias em um órgão de comunicação que a nova direção do Palmeiras, premida pela má fase que o clube atravessa, teria ordenado ao atual responsável pela administração alviverde o encaminhamento para a equipe profissional de futebol dos recursos destinados a outros departamentos e atividades daquela agremiação.

Isto chocou muito a mim, que há seis décadas luto a favor da expansão do esporte (com E maiúsculo) na escala de valores de todos os brasileiros. Deve ter chocado  também o próprio executor do plano – Brunoro – que já teve uma carreira brilhante no voleibol e ainda hoje é referência naquela modalidade esportiva.

A ordem da atual diretoria é lamentável. É transformar um CLUBE em TIME.

Um clube é uma instituição de caráter permanente que atende uma coletividade. Proporciona atividade esportiva diversificada a milhares de associados, atividade esta que pode ser de caráter competitivo, ou apenas visando à saúde e à recreação de quem pratica.

Fora do futebol o Palmeiras tem uma bela história. Pode-se dizer que foi um verdadeiro símbolo do basquetebol paulista; seus atletas já brilharam na São Silvestre do passado e nas competições da FPA.

Nos grandiosos jogos Panamericanos, realizados em São Paulo em 1963, a Sociedade Esportiva Palmeiras chegou a sediar em sua piscina as competições de Pólo-Aquático e de Saltos Ornamentais. O ícone desta modalidade, Sammy Lee, já saltou nos trampolins e plataformas alviverdes quando já era campeão olímpico e mundial.

Os destaques que citamos são apenas um pingo d´água dentro de todas as glórias palmeirenses fora dos campos de futebol.

O time é efêmero. Ele desperta paixões muitas vezes irracionais no calor de uma partida, mas tempo depois os triunfos apenas alimentam estatísticas. O time é apenas um grupo de jogadores.

É verdade que, neste momento, circunstâncias negativas chegam a pressionar a diretoria. Torcedores fanáticos não dão trégua.

Esperamos que o temor ao fanatismo não venha causar o desmantelamento do que existe de mais bonito, concreto e histórico na estrutura do alviverde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *