Pra frente Brasil

Num clima euforico e de muito otimisto, o Brasil conheceu seus adversários na Copa das Confederações e gostou.

Por uma falha na ordem dos sorteios para formação dos grupos, o Brasil inicia a competição contra o Japão, depois o México e encerra a fase de classificação contra a Itália, que deveria ser o primeiro adversário.

As duas potências podem se enfrentar já classificadas. O Brasil começa jogando em Brasília, vai a Fortaleza e termina a primeira fase em Recife.

No outro grupo a sequência de jogos ficou do jeito que a FIFA queria:
Espanha x Uruguai e Tahiti x representante africano.

Pelo retrospecto, teoricamente, os dois mais fortes se enfrentam na primeira rodada.

O discurso dos integrantes da comissão técnica foi de otimismo. Nada de grupo da morte. “É melhor enfrentar adversários fortes para testarmos nosso potencial”. Que assim seja, amém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *