Eta jogo ruim

Fernando Dantas - Gazeta Press

A incompetência tática continua.

Mais um jogo envolvendo equipes paulistas em que um dos adversários fica reduzido a menos um e o outro não consegue aproveitar a vantagem numérica.

Santos e São Paulo empataram em 0 a 0 e Denilson foi expulso. Nem com um a mais o Santos se superou táticamente.

Como tirar proveito dos beneficios das regras?

E as encenações continuam nas áreas dos campos brasileiros.

Como os atacantes de nossas equipes adoram uma simulação de falta e,
consequentemente, pênalti.

Assim, quando a falta realmente acontece, como a que Felipe Anderson recebeu, o árbitro não marca e ainda mostra amarelo.

Em outras situações, o árbitro fica tão em dúvida que nãso marca e nem amarela.

Algumas vezes ele erra e marca a falta que não aconteceu. É todo mundo tentando sacanear o árbitro que, também contribui com seu estilo de apitar.

O jogador cai poque ele apita ou ele apita porque o jogador cai?

Nei Franco ensinou o Mano Menezes ou aprendeu com ele fazer substituição no finalzinho do jogo.

Colocou o “revoltado” Cícero em campo já no encerramento. O que fez o jogador. Não tocou na bola e recebeu amarelo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *